Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Fui. Sou. Serei...

Pensamentos do (meu) mundo.

Fui. Sou. Serei...

Pensamentos do (meu) mundo.

28.Mar.18

Desacatos interiores

Sempre fui muito instável em relação a constatar certezas, principalmente as minhas. A dúvida é algo sempre presente e que me fala muito alto, não conseguindo eu ouvir mais nada.

O que não se vai embora são os pensamentos que não se querem calar, que não aparecem para serem apenas pequenos desejos mas sim grandes realidades. Esses discutem entre si, sempre cheios de determinação para se sobreporem em relação àqueles que não lhes interessa. Nenhum ganha, mas quem perde nisto tudo sou eu.

A indecisão fica comigo, que desejo saciar, que pensamento agradar, tudo. Seria tão mais simples ser apenas um. Pois, mas não é, não é nem eu sou, pois sou tão maleável de espírito como quantas vontades tenho. 

Sempre quis ser eu mesmo, é sério, por mais cliché que soe, não queria ser mais nada. Mas ser eu mesmo é ser muita coisa, e eu não sou muita gente, só tenho muitas dentro de mim. 

Cada pensamento me diz para ser alguém, muitos deles alguém que queria ser. Alguns simplesmente se ignora, pois nem tudo são sonhos que se tem de noite. Se oiço algum perco a confiança de um outro, restringindo assim a minha hipótese de poder ser alguém mais complexo, mais aproximado da minha pessoa, montando apenas um puzzle com peças em falta. Todas as peças fazem parte de mim, completas seria eu ali, mas muitas já perdi, outras esqueci, e daqui a pouco sou só eu aqui, com uma única peça, esperando o fim.