Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Fui. Sou. Serei...

Pensamentos do (meu) mundo.

Fui. Sou. Serei...

Pensamentos do (meu) mundo.

11.Set.18

Morro todos os dias

Neste meu leito eterno me encontro,

Suspirando ao sonho que seja ele mais a cada dia.

Sempre que acordo, morro, e lá se perde mais uma vida.

 

Sou transportado no tempo

Levado a cada recanto do mundo, e de mim mesmo,

Mas nunca sou eu quem sonha nem acorda, pois esse vive e perece

No espaço duma aurora.

 

Mesmo quem escreve agora, já morreu,

Pois passado pode ele ser anos,

Ou os segundos que demora as letras a aparecer.

 

Morro todos os dias,

E quem das cinzas dos sonhos renasce, não sou eu...

Pois se em sonho quizesse fazer a vida

Não estaria aqui agora, a escrever.

 

E se em sonho realmente vivo,

Acordo na mesma cama e no mesmo eu,

Sou eu mesmo o meu sonho,

Pois este a mente não mata ou deixa morrer!

 

 

3 comentários

Comentar post