Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Fui. Sou. Serei...

Pensamentos do (meu) mundo.

Fui. Sou. Serei...

Pensamentos do (meu) mundo.

01.Set.18

Não me oiças

No silêncio profundo e na escuridão total, não adianta tentar ouvir ou enxergar um local. Fala, e com a tua luz que te ilumines. Quebra o silêncio que te assola, ofusca o negro que te percorre. Não grites.

Mostra compaixão para contigo mesmo, sê tu com mais um sim e mais um não. Não pares.

Rega as flores por onde passares, e as suas histórias ouvirás encantado. Umas murcharão, outras lhes darás pouca atenção, mas irás sempre caminhar com um ramo na mão. Não te percas.

Mergulha fundo no vasto oceano, pois conhecer somente a costa é pecado experiencial. Num baú, por mais requintado que seja, é no seu interior que o seu conteúdo se encontra. Também debaixo da pele somos um outro, expressado em linguagens e em escrita num papel. Não te esqueças.

Por mais que se fale, e que tudo se oiça, a resposta não é oferecida nem tão pouco lúcida. Se queres ser tu mesmo... Não me oiças.

 

2 comentários

Comentar post