Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Fui. Sou. Serei...

Pensamentos do (meu) mundo.

Fui. Sou. Serei...

Pensamentos do (meu) mundo.

07.Mar.18

Post Poeniteo

No meio de tudo por vezes perdemos o real sentido do que queríamos dizer. Ficamos presos num momento com poucas saídas, e, de cabeça quente, a primeira escapatória é a nossa escolha. Não que deixemos as outras perdidas, mas na altura é mais difícil escolher o bom caminho do que o arenoso que já se encontra debaixo dos nossos pés. 

Arrependimento é uma palavra interessante, mais ainda quando a única pessoa que magoei foi a mim mesmo. Sofro para não o causar aos outros, um pouco egoísta não partilhar a dor, podem pensar, mas quem seria eu se a fizesse causar a outros pelos meus erros? 

Tenho em mim a visão negativa da reação que não queria que acontecesse, e pouco consigo considerar aquela que ambiciono, que me iria fazer feliz. É muitas vezes por isso que não avanço, que não arrisco mudar de rumo e sair do asfalto que sofro ao atravessar. Se fossem pensamentos mais positivos considerava melhor certas escolhas, mas só lhes consigo retirar desgosto e amargura e nada disso quero eu passar a outrem. Que fique em mim a dor, que fique em mim os «e se's», e que o mundo gire sem menos uma pessoa sofrendo, pois eu sofro por dois.

 

 

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Francisco 15.03.2018 13:16

    E é uma das melhores sensações que já passei. Não sei como simplesmente falar (ou escrever) nos consegue mudar tanto, ou se foi de com quem partilhei o que me corrói por dentro seria um grande ouvinte, mas que me tirou um tormento de cima, fê-lo.
    Desabafar, seja do que for, faz-me sentir mais leve, literalmente, as dores de cabeça ficam omitidas e a minha única preocupação é em aperceber-me de certos erros (ou lamurias) e aprender a corrigir.
    Mas como foi com uma pessoa sinto que tenho que me abrir com muitas mais, é quase uma já necessidade. O que ainda me impede é não arriscar dar-me de conhecer a alguém pois as circunstâncias em que o fiz na primeira vez foram o que me possibilitou essa abertura, com gente mais próxima é diferente...

    Obrigado pelas palavras, um beijinho.
  • Comentar:

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.